American Crime

Emoções à flor da pele

Com interpretações impecáveis, os atores e atrizes têm chamado a atenção do público e da crítica.

Emoções à flor da pele

ATENÇÃO, o texto a seguir contém SPOILERS!

“Ou o time todo está mentindo ou uma pessoa está mentindo para todo o time... e eles mentiram para você”. É com essa revelação que a diretora do Leyland High School, Leslie Graham, alerta o treinador do time de basquete, Dan Sullivan, sobre os resultados dos exames médicos realizados pelo aluno Taylor Blaine.

A confirmação de que Taylor tinha mesmo sinais de abuso sexual deixa o técnico, que até então acreditava na inocência de todos os seus atletas, completamente atordoado. E não é para menos, já que a polícia quer recolher amostras de DNA de todos os meninos que participaram da festa.

Não resta a Dan outra alternativa a não ser confrontar os estudantes. “Vocês me fizeram de ‘besta’ e fizeram todos parecerem culpados...se tiverem algo a dizer, digam... acham que estava feio antes? É agora que o inferno começa”. As palavras do treinador soam como uma verdadeira bomba entre os jovens, que, em desespero, começam a cobrar explicações uns dos outros.

Enquanto isso, a mãe de Taylor, Anne Blaine, demonstra toda a sua angústia ao pedir para o diretor do colégio Marshall, Chris Dixon, que o filho volte a estudar lá. O protagonista estudou na escola pública antes de ganhar uma bolsa na famosa Leyland, onde tudo aconteceu. “Farei o possível pelo seu filho, mas ele precisa se abrir com a gente”.

As sequências citadas acima são apenas uma pequena amostra das cenas emocionantes proporcionadas ao telespectador durante a 2ª Temporada de American Crime.

Com interpretações impecáveis, que ajudam a trazer densidade e uma verdade desconcertante à narrativa, independente das motivações de cada um dos personagens, os atores e atrizes têm chamado a atenção do público e da crítica. Não é à toa, diga-se de passagem, que alguns deles estejam concorrendo a importantes premiações.

Somente nessas três cenas citadas, duas atrizes estão indicadas ao Emmy Awards 2016 por suas atuações na série: Felicity Huffman, que dá vida à fria e calculista Leslie Graham, e Lili Taylor, intérprete da sofrida Anne Blaine, ambas na categoria de melhor atriz em minissérie ou filme feito para TV.

Além de Felicity e Lili, Regina King, que faz o papel da implacável empresária Terri Lacroix, também concorre à premiação, na categoria de atriz coadjuvante em minissérie ou filme feito para TV. Regina, aliás foi indicada a outros cinco prêmios esse ano pela sua personagem, sendo um deles o Golden Globe Awards, uma das principais cerimônias do cinema e da TV no mundo.

Outros dois atores que estão ‘roubando a cena’ em American Crime são os jovens Joey Pollari, que interpreta o controverso jovem Eric Tanner, e Connor Jessup, como o protagonista Taylor Blaine. Em atuações viscerais, ambos prometem despontar como novos astros mundiais.

Quer um aperitivo de como o desempenho desses dois tem tudo para causar muito furor não apenas entre os fãs da série, mas no público em geral? Então espere só para assistir às sequências decisivas em que Pollari e Jessup transmitem uma complexidade digna de grandes artistas.

Só podemos adiantar que ambos ficarão sem saída, sendo que um deles vai fazer uma revelação que colocará em xeque a versão do estupro que movimenta a série. Alguém aí duvida que logo menos os dois também concorrerão a importantes premiações?

Para saber o que Taylor e Eric escondem de todos, não perca os episódios inéditos, todas as Quartas, às 22h, no Canal AXN.

Atenção: nossa grade está sujeita a alterações. Consulte a programação.

Se você perder o episódio, basta baixar nosso APP. É fácil e gratuito. Consulte a disponibilidade do serviço em sua operadora de TV por assinatura.