American Crime

Muito além de uma série

A cada novo episódio, a 2ª Temporada de American Crime se mostra mais surpreendente.

Muito além de uma série

A cada novo episódio, a 2ª Temporada de American Crime se mostra mais surpreendente. Além de seu elenco de primeira grandeza e estética primorosa, sua história marcante vem suscitando grandes reflexões acerca da educação nas escolas ao redor do mundo.

Como já informamos aqui, a produção recebeu quatro indicações em três categorias diferentes ao Emmy Awards 2016: Felicity Huffman e Lili Taylor na categoria de melhor atriz em minissérie ou filme feito para TV, Regina King em melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme feito para TV, e a série como um todo na categoria ‘melhor minissérie’.

A série retrata alguns dos principais assuntos em debate nos dias atuais, como a discriminação racial, a violência sexual, o uso indiscriminado do dinheiro e do poder, o consumo de álcool e drogas, entre outros. Mas um tema em especial vem chamando bastante a atenção do público e da crítica: o papel e a influência dos pais e educadores na formação dos indivíduos e da sociedade.

Na Leyland High School, escola de classe média alta onde se passa o principal enredo da série, a estrutura que deveria funcionar a favor dos alunos é utilizada de maneira deturpada. Leslie Graham, diretora do colégio, deixou claro que, para ela, a boa reputação da instituição é mais valiosa do que o bem-estar de seus alunos depois de algumas atitudes inacreditavelmente irresponsáveis e tendenciosas.

A administradora tenta abafar a todo o custo o caso de abuso sexual do aluno Taylor Blaine, ocorrido em uma festa do grupo de basquete da escola, em que o adolescente foi fotografado e filmado em condições deploráveis.

Ao perceber que a mãe de Taylor, Anne Blaine, está disposta a tudo para saber o que realmente aconteceu e conseguir então a punição dos culpados, Leslie começa a ‘maquiar’ as informações a seu favor.

Para não atrair a imprensa, manchando assim a boa reputação do colégio que dirige perante a sociedade e os investidores, ela manipula o treinador do time, Dan Sullivan, que cai em seu ‘jogo’ e acaba fazendo ‘vista grossa’ para as atitudes dos jovens durante o evento.

Pelo que já percebemos até aqui, American Crime leva o público a questionar muito mais do que o papel social dos educadores: a partir de uma história densa, ela aborda temas tidos como tabus, mostrando como a falta de ética pode prejudicar a vida de todos os envolvidos. Infelizmente, não é difícil ligarmos este enredo a vários episódios que acontecem no nosso dia a dia, em que as vítimas acabam tornando-se culpadas.

Para saber o que vai acontecer com todos esses incríveis personagens e seguir com a sua reflexão sobre temas tão intensos, não deixe de acompanhar as próximas cenas da série, que vai ao ar todas as Quartas, às 22h, no Canal AXN.

Atenção: nossa grade está sujeita a alterações. Consulte a programação.

Se você perder o episódio, basta baixar nosso APP. É fácil e gratuito. Consulte a disponibilidade do serviço em sua operadora de TV por assinatura.