American Crime

O inferno de uma mãe

Dizem que ser mãe é padecer no paraíso. Mas no caso de Anne Blaine, a vida está mais para um verdadeiro ‘inferno’.

O inferno de uma mãe

ATENÇÃO, o texto a seguir contém SPOILERS!

Dizem que ser mãe é padecer no paraíso. Mas no caso de Anne Blaine, a vida está mais para um verdadeiro ‘inferno’, desde que descobriu que o seu filho Taylor foi fotografado e filmado em um estado lamentável, inclusive sem parte da roupa, durante uma festa da escola.

Inconsolável por acreditar que Taylor foi violentado na ocasião, ela tenta, a todo o custo, conseguir encontrar os culpados pela situação. A tarefa, porém, não será fácil, já que o evento estava cheio de pessoas, sendo a maioria delas menor de idade, assim como a vítima.

Sofrendo com a situação do filho, que diz não se lembrar do que aconteceu, Anne cobra um posicionamento da diretora do Leyland High School, Leslie Graham. Mas além de tentar abafar o caso para não manchar a reputação da escola, Leslie ainda afasta Taylor por entender que ele desrespeitou as regras de conduta do colégio.

A diretora, inclusive, já provou que fará o que for preciso para não deixar que o nome da instituição que dirige pare nas manchetes dos jornais: ela pede ao diretor do time de basquete, Dan Sullivan, que deixe Eric Tanner, capitão de um dos times, no banco de reservas: “Você precisa disciplinar um dos seus jogadores pelo que ocorreu na festa...a mãe do garoto esteve aqui e usou uma linguagem muito ruim... estupro, essa é a palavra que ela usou. Por isso, precisamos ser responsáveis e cuidadosos”. Sua intenção é achar um ‘bode expiatório’ para fazer com que o problema caia no ‘esquecimento' e dar uma satisfação para qualquer pessoa que questione a sua omissão perante o caso.

Cansada de tentar achar alguma explicação por parte da escola sobre o que aconteceu naquela fatídica noite, Anne é obrigada então a denunciar o caso às autoridades. “O meu filho foi dopado. Ele não lembra o que houve”, explica ao policial.

Para agravar ainda mais a traumática situação, Taylor é encaminhado ao hospital para fazer os exames que podem comprovar se realmente foi abusado sexualmente. “Nesse tipo de circunstância, é recomendável que vocês realizem também um teste para HIV”, diz a enfermeira, para o completo desespero de Anne.

Que história, hein, Series Killers! E algo nos diz que as coisas estão, parece que o pesadelo dessa mãe está apenas começando. Será que ela vai conseguir a ajuda que tanto procura para elucidar esse caso? E os culpados por embriagar Taylor e supostamente cometer o abuso serão encontrados e punidos? Se você quer saber quais as consequências disso tudo, não perca as emocionantes cenas da série, todas as Quartas, às 22h, no Canal AXN.

Atenção: nossa grade está sujeita a alterações. Consulte a programação.

Se você perder o episódio, basta baixar nosso APP. É fácil e gratuito. Consulte a disponibilidade do serviço em sua operadora de TV por assinatura.