Criminal Minds: Beyond Borders

Marrocos: suas influências e mistérios

O próximo destino do agente Jack Garrett e a sua equipe é o Marrocos.

Criminal Minds: Beyond Borders - Marrocos: suas influências e mistérios

ATENÇÃO, o texto a seguir contém SPOILERS!

O próximo destino do agente Jack Garrett e a sua equipe é o Marrocos. Desta vez, eles precisam desvendar o emblemático desaparecimento do casal de turistas idosos Peter e Kate Carson, ocorrido dentro de um mercado, na cidade de Casablanca, no Marrocos.

O caso em curso não será nada fácil. Tudo levar a crer que o crime possa ter sido praticado por membros de uma tribo de comerciantes nômades chamada Tuareg, que vagam pelo deserto em camelos e montam acampamento onde quer que estejam.

Mas uma importante pista pode levá-los aos sequestradores. Apesar de fazerem parte de uma tribo primitiva, eles possuem acesso à tecnologia, já que enviaram fotos do casal amordaçado e vendado para a família ao exigirem resgate. E para deixar o caso ainda mais tenso, os criminosos dão um prazo de apenas 24 horas para o pagamento.

Enquanto a equipe de Criminal Minds: Beyond Borders procura o casal, que tal conhecer alguns aspectos da cultura marroquina?

- Casablanca, onde se passam as próximas cenas da série, é a maior cidade do Marrocos, além de ser conhecida como o centro financeiro e econômico do país, mesmo não sendo a sua capital.

- A cidade ficou eternizada com o filme homônimo, clássico de Hollywood filmado em 1942.

- A principal atração turística da metrópole é a mesquita de Hassan II, a segunda maior do mundo. O espaço, concluído em 1993, comporta até 25 mil fiéis, sendo que os não-mulçumanos também podem visitá-lo.

- A arquitetura de Casablanca possui forte influência de Marselha, na França, com edifícios e bulevares construídos com traços em art déco e art nouveau.

- O país é conhecido como a Pérola da África do Norte devido a sua enorme diversidade arquitetônica e a sua abundante beleza natural.

- De maioria muçulmana, o idioma oficial do país é a árabe, mas grande parte da população fala francês devido ao domínio do país até 1957.

- O Marrocos também é conhecido como a “porta da África” ou a “porta da Europa”, pelo fato de seus habitantes se dividirem entre diversas culturas e universos distintos.

- Para se ter uma ideia, a distância entre o Marrocos e o sul Espanha, na Europa, é de apenas 14 quilômetros através do Estreito de Gibraltar. Por isso, ao mesmo tempo em que preserva muitos costumes árabes, a sua população também apresenta vários traços do Ocidente.

E aí, ficou curioso para saber como será essa aventura em solo marroquino? Fique de olho nas próximas sequências, toda Quarta, às 22h, no Canal AXN.

Atenção: nossa grade está sujeita a alterações. Consulte a programação.