Publicidade

Bright Minds

Quero receber lembretes de novos episódios

Quartas, às 22h.

Astrid e a ciência do amor

Astrid Nielsen está cada vez mais interessada em como as relações interpessoais funcionam em Bright Minds…

astrid_y_la_ciencia_del_amor

No sexto episódio de Bright Minds, Astrid Nielsen conhece uma assistente criada pela inteligência artificial, ela fica impressionada com o fato de poder responder a todas as suas perguntas de forma concisa e precisa.

Raphaëlle explicou a Astrid que as criações de inteligência artificial são geradas para responder automaticamente e sem empatia; isso faz com que Nielsen se questione, já que ela geralmente é muito experiente e responde de forma concisa; Coste a convence que ela não é um fruto de AI, já que pode sentir emoções.

Ao longo do episódio, vemos Astrid se aprofundar nas relações e emoções interpessoais. Em seu Workshop de Habilidades, a jovem expressa que só sente emoções quando consegue resolver um quebra-cabeça mecânico ou um enigma. Mais tarde, ela confessa a Raphaëlle que tem visto Tetsuo Tanaka fora da loja e em dias regulares de compras.

Astrid se encontra com Tetsuo e ele explica a hipótese de sua tese; ele é tão apaixonado por matemática quanto ela por enigmas. Ao final, Nielsen vai em busca de Raphaëlle para contar como se sentiu durante o encontro e Coste indicou que poderia estar se apaixonando, algo que parece impossível para a jovem.

Como continuará a relação entre Astrid e Tetsuo? Descubra nos novos episódios de Bright Minds.


Publicidade